Minha Toada

Chafun di Formio

Compositor: Chafun Di Formio

Da savana brasileira
Cabra doido, sol que racha
Cacunda envergada
De sola em tudo e não me diz nada

Seguindo meu caminho
Calejado até o avesso
Procurando paz, como agulha no palheiro

Trapaça, ameaça, desprezo, matança
Em frente vou com perseverança

Sua ajuda suja estou a recusar
Sua ajuda suja
Algo sujo vai querer em troca

Pilares da grande falsa moral
Resmungam que disperço o bem social

É tapa na cara cuspe, borrachada
Não abaixo a cabeça, vou na minha toada
Uma cirrose de mentiras perpetuadas
Por aquela velha tela que brilha

©2003- 2017 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital